Você está indo em uma ponte? Evitar avarias é fácil com estes truques rápidos

cobrir... 1

Viajar é sempre motivo de alegria e diversão. No entanto, se o fizermos de carro e não quisermos que se transforme num pesadelo, devemos ter em conta vários aspetos. Sobre tudo porque o carro é uma máquina que, se não for cuidado, pode ser uma fonte de problemas. E não só isso, também pode ser perigoso e caro, dependendo da situação. Daí que Para evitar avarias é necessário mantê-lo bem conservado...

Por isso, se vamos fazer uma viagem, o melhor a fazer é perder cinco minutos verifique em que estado está. A priori pode parecer trivial, mas não é, pois à primeira vista podemos descobrir possíveis falhas que significariam um bom pico para nosso portfólio ou integridade física. Daí que para evitar avarias vamos listar o 10 pontos, mais um extra, para revisar antes de sair de viagem.

É fácil evitar avarias: mantenha o seu carro em dia assim…

1. Nível de óleo

Evite avarias... mudança de óleo

O óleo é o sangue do motor e por isso tem que estar em bom estado. Para verificar o nível, os fabricantes nos fornecem uma vareta que na área inferior possui duas linhas ou pontos para indicar o máximo e o mínimo. Para realizar a medição, ela deve ser feita sempre com o motor frio e com o veículo estacionado em local o mais nivelado possível.

Se a medição estiver acima do nível máximo, em teoria, nada deve acontecer, mas se estiver abaixo do mínimo, é aconselhável escorvar com o mesmo tipo de óleo que o circuito tem. Para evitar avarias, pode verificar o seu nível uma vez por mês seguindo o procedimento descrito.

2. Anticongelante

anticongelante

Se o óleo é o sangue do motor, o anticongelante é responsável pelo motor não ficar com temperatura excessiva isso faz com que você superaqueça. Para verificar o seu nível não é necessário abrir a tampa do vaso de expansão translúcido, basta verificar se o líquido está entre os níveis máximo e mínimo que são aspirados no próprio vaso. Se você suspeitar que pode haver um vazamento, o melhor é usar um líquido amarelo fluorescente que, se cair em algum lugar, deixa uma marca e se destaca bastante.

3. Limpador

Evite avarias... limpa pára-brisas

O fluido do limpador de para-brisa não tem uma função vital para a mecânica do carro, mas tem uma função vital para o motorista. Ou seja, com ele nos ajudamos a limpe a janela caso ela fique suja com poeira ou lama. Portanto, devemos verificar se o líquido está no nível máximo do vidro do recipiente. Além disso, se quisermos preenchê-lo de vez em quando, nada acontece porque está no máximo. Por último, Também não custa verificar os pincéis. Pois bem, no inverno a borracha se contrai e no verão se expande, fazendo com que percam eficácia na varredura e podem riscar a lua.

4. Fluido de freio

fluido para freios

Para verificar o fluido de freio, existem dois sistemas que, como recomendação, podemos usar ao mesmo tempo. Assim podemos evitar grandes avarias, pois se um falhar, podemos contar com o outro.

  • Primeiro, apenas pressione o pedal do freio totalmente e veja se o nível do vaso de expansão cai. Desta forma verifica-se que o sistema mantém a sua pressão.
  • Verifique o tanque de expansão e verifique se o líquido está entre os níveis máximo e mínimo que estão gravados no plástico do recipiente.

5. Bateria

Evite avarias... bateria

A bateria é um dos elementos que costuma dar mais problemas., embora não sejam caros de resolver porque basta alterá-lo. No entanto, mudanças de temperatura (especialmente o calor do verão) podem fazer com que as células se comuniquem e parem de funcionar. Além disso, para evitar avarias, é importante que os terminais estejam limpos (sem sintomas de ferrugem ou sulfato) e, além disso, que não apresenta vazamentos. Nesse caso, é necessário trocá-lo por um novo para evitar surpresas.

6. luzes

A verificação do estado das luzes é necessária, mesmo que você vá dirigir durante o dia, pois podemos precisar delas a qualquer momento. Amém para o que Eles são essenciais ao dirigir à noite., porque uma baixa visão pode ser a causa de um acidente. Além disso, esta revisão não envolve apenas os curtos e longos, mas também os indicadores de direção, freio, marcha à ré e os faróis de neblina dianteiros (se nosso veículo os tiver) e traseiros (obrigatórios).

Para fazer isso, peça ajuda a alguém que você conhece e, enquanto você o liga, ele indicará se algum falhou ou se está correto.

7. Velas de ignição, fios e filtros

plugues

Antigamente os carros a gasolina tinham as velas bem visíveis, algo que não acontece hoje. No entanto, é importante saber que se estiverem sujos pode haver problemas na inicialização e até aumentar o consumo de óleo. Por outro lado, é interessante dar uma olhada nos cabos, caso algum deles esteja danificado ou algum animal indesejável (veja um rato) possa tê-los roído. Quanto aos filtros, o fabricante indica quando devem ser trocados e o mais sensato a fazer é fazê-lo em cada uma das revisões oficiais.

8. Mangas e braçadeiras

Evite quebras... braçadeiras e mangas

É aconselhável para evitar avarias, que, enquanto verificamos o resto dos elementos que se encontram no compartimento do motor, dêmos uma vista de olhos ao condição de mangas e braçadeiras. Se estiverem rachados ou em mau estado, podem provocar fugas que, levadas ao extremo, gerariam avarias dispendiosas.

9. Suspensão, ignição e injeção

suspensão

Se notarmos ruídos estranhos, guinchos de algumas peças ou balanço excessivo da suspensão (parece um barco) é porque a suspensão apresenta sintomas de exaustão. Por outro lado, se demorar para ligar, é provável que o sistema de injeção ou partida esteja com defeito.

10. Pneus

Michelin

Os pneus são um elemento muito importante no veículo pois são eles que "grudam" o carro no chão. Portanto, devemos controlar seu estado como equilibrado para verificar se o desgaste é homogêneo e, além disso, não apresentam deformações, cortes ou perfurações.

Para verificar o desgaste o pneu geralmente tem alguns indicadores na banda de rodagem que medem 3 mm. Se o desgaste da borracha os atingiu, é aconselhável trocá-los. Caso não tenha este indicador, podemos usar uma moeda de 1 euro e se vir a parte prateada é altura de ir à oficina colocar novas.

Michelin
Artigo relacionado:
MICHELIN, muito mais que um fabricante de pneus

Se os pneus não estiverem bem balanceados, é normal que percebamos ruídos, saltos ou que o volante vibre em velocidade média-alta. Isso pode ocorrer porque as dimensões do alinhamento não estão corretas ou, ainda, porque a pressão é insuficiente ou está acima do recomendado pelo fabricante. Portanto, é aconselhável verificar a pressão com um manômetro e ajustá-la ao que indica o fabricante. Normalmente esta informação aparece no pilar B do carro e, muito importante, esta operação é feita com as rodas frias. Ou seja, antes de fazer uma viagem, por mais curta que seja.

11. Elementos auxiliares

Evite avarias... sinal de elementos auxiliares V16

Finalmente, um bônus. É importante, muito importante, que verifiquemos se temos no carro e se está em perfeito estado de uso: o roda de reserva (verifique a pressão e o desenho), o colete refletor, gato, chave, bem como o sinal luminoso V16 e triângulos de emergência.

Conclusão…

cobrir... 2

Se você cumprir este decálogo ampliado, é muito provável que sua viagem seja bem-sucedida, pois você terá evitado avarias. E o mais importante de tudo é que você gostou como merece...


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.